Alunos de Direito conquistam 3º colocação na Olimpíada do Conhecimento Jurídico

DSC_0228Importante competição universitária reflete a qualidade do ensino na MAX

Faculdade Max Planck foi a 3º campeã na modalidade Sustentação Oral, na Olimpíada do Conhecimento Jurídico, evento promovido pela Academia Brasileira de Direito Civil (ABDC) – que integra o IV Meeting dos Profissionais de Direito Privado – que aconteceu em São Paulo, entre os dias 13 e 15 de setembro. A instituição teve a participação de 8 alunos de diferentes semestres e o coordenador do curso de Direito professor Alexandre Soares Ferreira.

A competição teve como objetivo avaliar o nível do ensino de Direito no Brasil. Somente 16 instituições de ensino em todo o país foram selecionadas para o evento, sendo faculdades federais e particulares. Na Região Metropolitana de Campinas (RMC) a instituição foi a única selecionada para participar da Olimpíada. “O evento durou três dias consecutivos e as modalidades foram dispostas durante todo o dia, de cada um dos três. Cada faculdade escolheu, previamente, quais alunos participariam de cada modalidade, de forma que foi possível se preparar para as provas”, comenta Bruna Letícia Ribeiro do 10º semestre.

“A 3º colocação do curso de Direito na Olimpíada do Conhecimento Jurídico é reflexo dos métodos modernos de ensino, através de metodologias ativas de aprendizagem, que conta com uma infraestrutura tecnológica capaz de atender as exigências do profissional de Direito. Além disso, podemos contar com o excelente trabalho profissional executado por mestres e doutores, sob a orientação do coordenador de Direito professor Alexandre Soares Ferreira”, declara o diretor da Faculdade, professor Hector Escobar.

A disputa teve a participação de alunos 6º, 8º e 10º semestres de Direito: Alessandra Barbosa Puzzili Rosa, Bruna Letícia Ribeiro, Evelyn de Matos Rabaneda, Fernando Faccioni Vallim, Kim Faia, Lorran Felipe Romão de Oliveira, Raab Catarine Esquivel de Aguiar, Marcelo Augusto de Proença Costa e Valdemir Vieira Colleone. O evento teve como proposta estimular o estudo e a pesquisa do Direito, por meio da disputa em modalidades de provas, como: redação de peça jurídica, sustentação oral para corpo de jurados e conhecimentos de legislação e doutrina.

As equipes foram avaliadas com o mesmo critério de provas aplicadas pela OAB – todas monitoradas e examinadas por uma banca composta por desembargadores e professores membros da Academia Brasileira do Direito Civil e da OAB-RJ. Os estudantes foram avaliados em diferentes modalidades, como explica Kim Faia, aluno do 8º semestre de Direito. “As provas foram de Redação de Peça Jurídica, que atestava a capacidade de escrita dos participantes, na apresentação de um parecer sobre o posicionamento jurídico facultado a ampla consulta à legislação e à doutrina. Conhecimento Doutrinário, no qual era conferida a capacidade de argumentação acerca da doutrina e jurisprudência do direito privado brasileiro aplicado a um caso enunciado pela banca avaliadora. Por fim, na última prova da competição, modalidade Sustentação Oral, a dupla de representantes da equipe defendia posições contrárias sobre temas preliminarmente escolhidos, diante de um Júri.”

A 4ª edição da Olimpíada do Conhecimento Jurídico proporcionou aos estudantes de direito uma transformação significativa para vida acadêmica e profissional. “Eu fiquei deslumbrada com a magnitude e a abrangência da competição, pois diversas faculdades de todo o país estavam participando e isso demonstra a importância desse evento para todos os alunos. Foi uma honra fazer parte de um evento desse porte e da primeira equipe que vai ao evento que já conta com 4º edição. É impagável ser parte desse momento, independente da vitória alcançada, só de estar participando com toda a equipe, tendo a oportunidade de adquirir conhecimento, não tem preço. Pois é um evento de grande importância e muito significativo para vida de todo estudante de Direito”, afirma Raab Catarine Esquivel de Aguiar.

Para os estudantes a participação do coordenador do curso foi fundamental na conquista da medalha. “A iniciativa do professor veio de encontro ao lema da faculdade “seu futuro na prática”. Ele foi muito companheiro ao estar conosco todos os dias, nos auxiliando e orientando, prestando, juntamente com a instituição, todo o suporte necessário. Para minha carreira foi uma experiência de grande importância, pois tenho um pouco de dificuldade em falar em público, então participando da prova de sustentação oral pude desenvolver tal habilidade, o que com certeza irá me ajudar muito na vida profissional”, comenta Fernando Faccioni Vallim do 8º semestre.

Formar o profissional, somando ao seu perfil o desenvolvendo de princípios éticos e fundamentos de responsabilidade social, com sólido e atual aprendizado das letras sociais e jurídicas, além da participação em eventos que permitem o desenvolvimento acadêmico é o objetivo do curso de Direito da Faculdade Max Planck. “A Olimpíada do Conhecimento Jurídico foi um dos eventos mais importantes que o curso de Direito já participou, porque mostrou que a MAX tem o lugar dela no país. Nós deixamos faculdades de grande renome para traz, federais e estaduais, o que só veio a confirmar o que já sabíamos que é a qualidade do ensino e dos nossos alunos”, declara coordenador do curso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s